Notícias

A comparação é feita com o mesmo período de 2017; plano estratégico detalhado para enfrentar o período de greve e diferenciais são aliados para sucesso de operações

Durante o primeiro semestre de 2018, o RIOgaleão Cargo movimentou mais de 46,5 mil toneladas de carga nos terminais de importação e exportação. O resultado disso foi um crescimento de 41% na atividade, quando comparado ao mesmo período de 2017.

O peso registrado pela importação, de janeiro a junho, foi de 19,1 mil toneladas, número 30% maior do que o do ano anterior, com destaque para os segmentos de Transporte Aéreo, Farmacêutico e Óleo & Gás. Já na exportação, o crescimento foi de 49%, totalizando 27,4 mil toneladas de cargas recebidas. Os principais segmentos foram Agrícola, Automotivo e Transporte Aéreo. Com esse desempenho o RIOgaleão Cargo seguiu batendo recordes na exportação em 2018, com o recebimento de mais de 6,4 mil toneladas apenas no mês de junho, superando em 28% o seu próprio recorde, apresentado em março deste mesmo ano.

Para impulsionar o crescimento de suas operações, o RIOgaleão Cargo elaborou um plano estratégico detalhado para enfrentar o período de greve rodoviária, que impactou diretamente as atividades logísticas de todo o país. Com isso, o terminal de cargas garantiu a operação integral de suas atividades e atendeu, ainda, demandas adicionais no abastecimento de voos charter de cargueiros e de passageiros. Além disso, durante o primeiro semestre, foram registrados atendimentos de demandas de outros aeroportos, que foram supridas pelo bom nível de serviços operacionais e capacidade dos armazéns do terminal de cargas RIOgaleão.

A fim de atender a essas demandas regulares e também projetos especiais, o RIOgaleão Cargo conta com extensa malha aérea comercial e operações semanais de cargueiros da LATAM e da Cargolux, que alcançam os principais mercados de importação e exportação do Brasil e do mundo.

Alguns dos principais diferenciais competitivos que o RIOgaleão oferece ao mercado, como infraestrutura moderna, equipamentos e expertise operacional, também contribuíram para a sustentação e incremento das operações do primeiro semestre de 2018. Exemplos disso são as importações e exportações de motores de aeronaves, que constituem operações de cargas oversized, os embarques charter de cargueiros com mais de 80 toneladas de limões, que partiram do Rio para Luxemburgo, e a crescente exportação de blocos de motores automotivos, provenientes do Sul do Brasil.

No intuito de suprir esse crescimento da demanda atual, o terminal de cargas já realizou 14 novas contratações para as equipes operacionais com o objetivo de manter padrões de qualidade e prestação de serviços de forma contínua e diferenciada. Para o próximo semestre, há previsão de crescimento no volume de importação dos segmentos Farmacêutico e Moda, além da expectativa de retomada dos segmentos de Tecnologia e Óleo & Gás. Já para a exportação, o esperado para os meses de julho a dezembro é a manutenção do crescimento nos segmentos Agro e Automotivo.

O novo portfólio de soluções customizáveis continua sendo trabalhado junto à cadeia logística, oferecendo serviços que abrangem seis diferentes categorias, que passam por cargas de temperatura controlada, objetos de grandes dimensões e peso, carga valiosa e que necessita de segurança especial, animais vivos e disponibilidade de armazém desalfandegado para facilitação de todos os processos da cadeia logística. “Toda essa estrutura física e estratégica gera ao cliente a garantia de um serviço completo e com excelência de mercado”, explica Patrick Fehring, diretor do RIOgaleão Cargo.